quarta-feira, 14 de março de 2018

Doce maravilha

   Vi este doce no Chocolate a mais e lembrei-me que já não o fazia há muito tempo. Também conhecido por outros nomes (como "doce da casa")  é sempre um sucesso quando chega à mesa. Desta vez levei-o para a festa de aniversário da minha sobrinha, na minha "visita de médico" a Lisboa :-)





1 lata de leite condensado
A mesma medida da lata de leite normal
1 pacote de natas (200 ml)
1 pacote de bolacha Maria
4 ovos
200 ml de café forte
Chocolate granulado q.b.

   Num tacho, misture as gemas, o leite condensado e o leite normal. Leve ao lume brando a engrossar mexendo sempre para não pegar ao fundo.
   Coloque este creme no fundo de um pyrex.
   Por cima, coloque as bolachas embebidas no café frio. Faça duas camadas.
   Bata as claras em castelo numa taça e as natas noutra (com um pouco de açúcar a gosto). 
   Envolva as duas misturas.
   Verta sobre as bolachas. 
   Enfeite com o chocolate granulado.
   Leve ao frigorífico até ao momento de servir

Sugestão:
Se levar ao congelador também fica delicioso

 

2 comentários:

  1. A minha mãe não era pessoa de variar nas sobremesas, preferia jogar pelo seguro por isso era sempre as mesmas a sair e esta nunca faltava numa mesa de festa! Mais tarde, quando o meu marido começou a ir lá a casa, como insistia que não gostava de natas (tudo à custa do paizinho, mas felizmente hoje em dia já mudou de opinião), a minha mãe como não gostava de experimentar receitas novas (preferia fazer as mesmas que davam sempre certo) adaptou esta sobremesa e para camuflar as natas começou a juntar mousse de chocolate. Como ficava castanho, o meu marido nem imaginava que levava as natas na mesma! Olhos que não vêem, coração que não sente, já diz o ditado! A adaptação foi um sucesso e resultou tão bem que a minha mãe nunca mais fez só com as natas, passou sempre a juntar a mousse. Para qualquer ocasião lá ia essa sobremesa, que de tantas vezes que se fez passamos a chamar pudim de todos o dias! Beijinhos

    ResponderEliminar
  2. Ahahha! adoro a história! e o nome adoptado é maravilhoso. E ainda por icma é uma sobremesa que se cola à pela da vossa família.

    E sabes uma coisa? a minha mãe é igual à tua. o arroz doce dela nunca falha. E o bolo de iogurte também não ! ahahaha

    Vou registar a ideia da mousse e da próxima vez vou tentar. Vou ter cá os meus pais e avó durante uns dias e como eles são bem gulosos, é a "desculpa" certa para experimentar

    Beijinho!

    ResponderEliminar

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...